Avançar para o conteúdo principal

Pavlova de Frutos Silvestres

Já andava há algum tempo de olho nesta pequena maravilha e como tenho feito algumas vezes o pão de ló de Alfeizerão, sobraram-me bastantes claras, portanto decidi que seria desta que a faria. E não me arrependi, o resultado é maravilhoso, uma receita simples e que se prepara de forma rápida e antecipadamente e que salta à vista. Impressiona qualquer um!







Coisinhas necessárias:

6 claras;
♥ 300g de açúcar;
♥ 1 colher de sopa de Maizena;
1 colher de sopa de vinagre de sidra;

Cobertura:

♥ 1 pacote de natas;
♥ 4 colheres de sopa de açúcar;
♥ 3 colheres de sopa de Dulcirecheio Frutos Silvestres;

Começar por preparar a Pavlova, numa taça, com batedeira bater as claras em castelo, quando já estiverem um pouco firmes, juntar o açúcar aos poucos e continuar a bater até que não restem grãos de açúcar. Juntar o vinagre e a Maizena. Bater até estar tudo bem incorporado.
Num papel vegetal verter a massa em forma de círculo e achatar no meio de forma a que fique uma espécie de cova. 
Levar ao forno pré-aquecido a 150ºc, baixar para os 120ºc e deixar durante 1h30. Quando o tempo terminar, abrir um pouco o forno e deixar arrefecer completamente. 

Para a cobertura: numa taça bater as natas até que fiquem firmes, juntar o açúcar e bater bem.
Cobrir o centro da Pavlova com o chantilly e acrescentar os o dulcirecheio de Frutos silvestres.

Dicas:
♥ Como fiz a Pavlova à noite, deixei-a no forno a arrefecer de um dia para o outro e recheei no dia seguinte.
♥ Podem utilizar qualquer doce ou cobertura à vossa escolha.
♥ Para os efeitos coloquei o doce de frutos silvestres por cima do chantilly e com um palito arrastei de um lado ao outro.

Bon Apetit!

Comentários

Enviar um comentário

Deixem opiniões, sugestões ou outros. A gerência agradece:)

Mensagens populares deste blogue

A Desastrada experimentou e comentou #13

Como sabem adoro experimentar restaurantes novos e conhecer novos sítios. O que é certo é que tenho tido bastante sorte pois aqui no distrito de Vila Real ultimamente têm aberto bastantes espaços novos. O último a que fomos foi a uma nova pizzaria que abriu em Sabrosa chamada Malagueta.  O primeiro ponto: adorei o nome! Super original assim como o logótipo.  Já conhecia o espaço onde era também uma pizzaria anteriormente, mas quando entrei no espaço pensei: "Isto não é o mesmo local, não pode!", o espaço sofreu bastantes obras e conseguiram criar um espaço bastante original e com uma decoração espetacular, para não falar da esplanada existente na parte de trás que é lindíssima mas que infelizmente não pudemos usufruir devido ao mau tempo, mas que vai fazer as delícias de muita gente no verão.




Depois de tanto espanto pelo espaço e pela decoração fomos encaminhados para uma sala de dentro e pelo caminho é possível ver-se a cozinha e toda a confeção das pizzas e iguarias. Na m…

Bolo de Limão com queijo Quark

Alô meus lindos! Para hoje trago-vos um bolo delicioso com queijo Quark. Não sabia que se podiam fazer bolos com este queijo que está cada vez a ser mais utilizado e amado pelas pessoas. Eu experimentei e não fiquei muito fã e acabei por me esquecer de uma embalagem de 500g no fundo do frigorífico. Foi o outro dia quando estava a limpá-lo que descobri a embalagem esquecida, quando fui a ver já tinha passado de validade. E agora entram vocês a matar e dizem quase sem fôlego: "O QUÊ ESQUECESTE-TE DE UMA EMBALAGEM DE QUARK NO FRIGORÍFICO E AINDA POR CIMA DEIXASTE PASSAR O PRAZO DE VALIDADE ANDAMOS DESESPERADOS QUANDO PENSAMOS QUE OS O LIDL IA DEIXAR DE VENDER E TU COMETES ESTE CRIME HEDIONDO?!??!", e eu digo: calma minha gente, ninguém se magoou, está tudo bem, o queijo ainda estava bom e aproveitei-o! Yeyyy :) Andei a pesquisar o que podia fazer com ele, não o queria mesmo deitar fora, então descobri no blog Bem bons, a receita perfeita para o Quark. Eu que não sou apreciadora d…

A Desastrada experimentou e comentou #14

Alô meus amores! Mais uma vez decidi experimentar outro restaurante novo cá para os lados de Vila Real, desta vez foi o restaurante A mesa lá de casa. A primeira coisa que se repara quando se entra no restaurante é na decoração, uma decoração requintada, com uma estante de livros no fundo que podemos consultar e uns apontamentos de uns azulejos lindíssimos. Foi das coisas que mais gostei e que salta mais à vista.
(foto retirada do facebook)
Instalados na mesa, chegaram os menus, à primeira vista nota-se logo o conceito do restaurante, comida leve e simples, um menu que consiste em pregos, tartines, petiscos e também têm pratos do dia. Para além destes pratos no menu o empregado informou-nos que também serviam bacalhau com natas, posta, costeletão e francesinha em bolo do caco. Um dos pontos que melhoraria logo assim seria mesmo o menu, achei que era bastante extenso e cansativo de se ler. 

Foi-nos servido uns couverts que tinha um azeite com vinagre balsâmico e umas azeitonas muito b…