Avançar para o conteúdo principal

Brooklyn Blackout Cake - Sweet World

Ao passear pela blogosfera deparei-me com um desafio intitulado "Sweet World" lançado pela Lia do Lemon and Vanilla em conjunto com a Susana do Basta cheio. O desafio consistem em reproduzir receitas mantendo sempre as características essenciais dos mesmos, mas dando o nosso próprio toque pessoal, tornando assim o mundo mais doce!
Achei o desafio tão giro que não pude deixar de participar, falhei a 1ª edição porque deixei passar o prazo, mas desta consegui!! ahah
Para este desafio, o objectivo era recriar o Brooklyn Blackout Cake, um bolo muito característico por ser recheado por um pudim e coberto com as migalhas no próprio bolo.
Aqui vos deixo a minha versão deste maravilhoso bolo.




Coisinhas necessárias (bolo):


♥ 160 gr de manteiga, cortada em cubinhos
♥ 200 gr de açúcar
♥ 2 ovos, grandes
♥ 1 colher de chá de extracto de baunilha
♥ 260 gr de farinha
♥ 1,5 colher de chá de fermento
♥ 1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
♥ 50 gr de cacau (usei cacau da Dulcis)
♥ 260 ml de leite 
♥ Raspas de chocolate para decorar (opcional)

Coisinhas necessárias (Pudim)
♥ 100 gramas de açúcar
♥ 2 colheres de sopa de farinha
♥ 375 ml de leite meio gordo
♥ 90 gramas de chocolate de leite
♥ 1 colher de chá de extracto de baunilha
♥ 2 folhas de gelatina

Começar por fazer o pudim: numa panela levar o leite e o açúcar. Juntar a farinha e mexer bem, deixar engrossar. Retirar do lume e  juntar o chocolate cortado em pedaços e o extracto de baunilha. Por fim juntar as folhas de gelatina demolhadas e  levar ao lume se necessário para que se dissolvam totalmente.
Levar ao frigorífico pelo menos 4 hora. (O ideal é mesmo de um dia para o outro)

Para o bolo: começar por separar os ingredientes secos (farinha, fermento, bicarbonato de sódio e o cacau) peneirar.
Numa taça, bater a manteiga e o açúcar cerca de 4/5 minutos. Juntar os ovos um a um. Adicionar o leite e extracto de baunilha. Por fim adicionar os ingredientes secos. Mexer até que tudo esteja completamente envolvido.
Levar a duas formas de 16 cm ao forno pré-aquecido a 180º cerca de 35/40 minutos.

Montagem:
Quando os bolos estiverem completamente arrefecidos, nivelar os bolos, cortar em dois e rechear cada parte com o pudim feito no dia anterior.
Cobrir o bolo com o pudim. Com os restos do bolo que sobrou do nivelamento esfarelar e cobrir o bolo.
Decorar com umas raspas de chocolate.

Dicas:
♥ Receita do bolo adaptada daqui.
♥ Receita do pudim adaptada daqui.



Bon Apetit!

Comentários

  1. Ficou muito giro e posso também dizer delicioso :) Também vou publicar o meu amanhã, do qual nem as migalhas sobraram :D
    Beijinhos ...
    Gulosoqb.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahah imagino, as migalhas também não sobraram na minha casa!
      Tenho de ir espreitar o teu :)
      Beijinho

      Eliminar
  2. Olá Marylène,
    Muito Obrigada por te juntares a nós nesta edição. :)
    Ficamos muito contentes que o conceito do desafio tenha agradado e que continuamente vos desafie.
    Este Brooklyn é realmente um bolinho muito interessante e acredito que tenha ficado excelente. :)

    Bjinhos
    Susana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adoro o coneito do desafio e com toda a certeza irei participar mais vezes e se puder assiduamente.
      Beijinho :D

      Eliminar
  3. Olá Maryléne,
    Muito obrigada pelo lindo Blackout que nos trazes e por te juntares a nós, pois é um prazer enorme ver as pessoas a sentirem-se desafiadas e a gostarem dos temas e a reproduzi-los.
    Um grande beijinho e obrigada uma vez mais,
    Lia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!
      Obrigada eu por lançarem este maravilhoso desafio, com certeza irei participar mais vezes!
      Beijinho

      Eliminar

Enviar um comentário

Deixem opiniões, sugestões ou outros. A gerência agradece:)

Mensagens populares deste blogue

A Desastrada experimentou e comentou #13

Como sabem adoro experimentar restaurantes novos e conhecer novos sítios. O que é certo é que tenho tido bastante sorte pois aqui no distrito de Vila Real ultimamente têm aberto bastantes espaços novos. O último a que fomos foi a uma nova pizzaria que abriu em Sabrosa chamada Malagueta.  O primeiro ponto: adorei o nome! Super original assim como o logótipo.  Já conhecia o espaço onde era também uma pizzaria anteriormente, mas quando entrei no espaço pensei: "Isto não é o mesmo local, não pode!", o espaço sofreu bastantes obras e conseguiram criar um espaço bastante original e com uma decoração espetacular, para não falar da esplanada existente na parte de trás que é lindíssima mas que infelizmente não pudemos usufruir devido ao mau tempo, mas que vai fazer as delícias de muita gente no verão.




Depois de tanto espanto pelo espaço e pela decoração fomos encaminhados para uma sala de dentro e pelo caminho é possível ver-se a cozinha e toda a confeção das pizzas e iguarias. Na m…

Bolo de Limão com queijo Quark

Alô meus lindos! Para hoje trago-vos um bolo delicioso com queijo Quark. Não sabia que se podiam fazer bolos com este queijo que está cada vez a ser mais utilizado e amado pelas pessoas. Eu experimentei e não fiquei muito fã e acabei por me esquecer de uma embalagem de 500g no fundo do frigorífico. Foi o outro dia quando estava a limpá-lo que descobri a embalagem esquecida, quando fui a ver já tinha passado de validade. E agora entram vocês a matar e dizem quase sem fôlego: "O QUÊ ESQUECESTE-TE DE UMA EMBALAGEM DE QUARK NO FRIGORÍFICO E AINDA POR CIMA DEIXASTE PASSAR O PRAZO DE VALIDADE ANDAMOS DESESPERADOS QUANDO PENSAMOS QUE OS O LIDL IA DEIXAR DE VENDER E TU COMETES ESTE CRIME HEDIONDO?!??!", e eu digo: calma minha gente, ninguém se magoou, está tudo bem, o queijo ainda estava bom e aproveitei-o! Yeyyy :) Andei a pesquisar o que podia fazer com ele, não o queria mesmo deitar fora, então descobri no blog Bem bons, a receita perfeita para o Quark. Eu que não sou apreciadora d…

A Desastrada experimentou e comentou #14

Alô meus amores! Mais uma vez decidi experimentar outro restaurante novo cá para os lados de Vila Real, desta vez foi o restaurante A mesa lá de casa. A primeira coisa que se repara quando se entra no restaurante é na decoração, uma decoração requintada, com uma estante de livros no fundo que podemos consultar e uns apontamentos de uns azulejos lindíssimos. Foi das coisas que mais gostei e que salta mais à vista.
(foto retirada do facebook)
Instalados na mesa, chegaram os menus, à primeira vista nota-se logo o conceito do restaurante, comida leve e simples, um menu que consiste em pregos, tartines, petiscos e também têm pratos do dia. Para além destes pratos no menu o empregado informou-nos que também serviam bacalhau com natas, posta, costeletão e francesinha em bolo do caco. Um dos pontos que melhoraria logo assim seria mesmo o menu, achei que era bastante extenso e cansativo de se ler. 

Foi-nos servido uns couverts que tinha um azeite com vinagre balsâmico e umas azeitonas muito b…